::.. CARNAVAL 1997 - G.R.C.S.E.S. ACADÊMICOS DO TUCURUVI................................
FICHA TÉCNICA
Data:  09/02/1997
Ordem de entrada:  4
Enredo:  Arte e Manhas Brasileiras
Carnavalesco:  Pedro Luiz Pinotti
Grupo:  1
Classificação:  2º
Pontuação Total:  292,0
Nº de Componentes:  não consta
Nº de Alegorias :  ,
Nº de Alas :  não consta
Presidente:  Hussein Abdo El Selan
Diretor de Carnaval:  não consta
Diretoria de Harmonia:  não consta
Mestre de Bateria:  Mestre Feijão e Mestre Nenê
Intérprete:  Edson Liz
Coreógrafo da Comissão de Frente:  não consta
Rainha de Bateria:  não consta
Mestre-Sala:  Marcos Túlio
Porta-bandeira:  Solange
SAMBA-DE-ENREDO

UNIDOS DE VILA MARIA
COMPOSITORES: LIRA BRASA/ TONINHO/ NENÊ DO CAVACO/ CHINA DO ATELIER

 

GIRA, GIRA, GIRA MUNDO

MEU BOI BUMBA

TUCURUVI CHEGOU A HORA

E VEM MOSTRAR

A ARTE E MANHAS DO NOSSO BRASIL

TÔ NESTA FESTA E TÔ QUE TÔ PRA LÁ DE MIL

 

NESTE BALAIO TEM INSPIRAÇÃO

EU TRANCO A PALHA

FAÇO RENDA QUE EMOÇÃO

DO CHÃO DE BARRO FAÇO ARTE QUE BELEZA

SEU VITALINO AGRADECE A NATUREZA

 

EU SOU DE OURO

SOU DE COURO, SOU DE LATA

SOU ARTE PURA FEITA A MÃO

EU SOU DE PRATA

SOU CRIATURA JÁ CRIEI

SOU CRIADOR, VENHA COMIGO

COM VOCÊ EU TAMBÉM VOU

 

NESTE PAÍS DE MÃE GENTIL

MINHA CARRANCA TEM OLHO AZUL ANIL

VOU VIAJANDO COM O TEMPO QUE NÃO PÁRA

DE MARAJÓ VOU TRAZER MARAJOARA.

 

SINOPSE DO ENREDO
O Grêmio Recreativo
Autor: Pedrinho Pinotti

 

A arte das mais puras expressões de beleza. É o poder da criação, num toque de magia. Nela os artistas depositam seus desejos, suas esperanças, seus ideais, sua fé e porque não, até mesmo sua própria alma na representação fiel da mais bela expressão de um sentimento.

E no sentimento de amor à arte Criador e Criatura são unidos pela alma da inspiração, é o corpo e a alma em um só coração.

São mãos Carajás na festa de Aruanã.

São penas e plumagens entoando a sinfonia das cores.

Mas, é do mato que num recato tranço a palha que espalha beleza e arte num balaio de felicidade. É do crivo da renda que a lenda ainda se ouve a emoção do cantar.

"Olê mulé rendeira

Olê mulé rendá"

E unidos por este canto, vamos extrair de nossas matas a energia da terra, cujo barro, mãos inspiradoras darão vida e forma através da criação.

Da criação de "Seu Vitalino", o mestre, onde o divino se enaltece e do povo se ouvem sussurros de emoção em forma de prece, água descendo a natureza, dessa mesma prece que no esplendor da fé vai conduzindo nossas mãos, há um tesouro feito no ouro e na prata que vem da magia da Bahia, terra de muito Axé.

E lá no Sul, terra dos pampas onde se destaca o couro e a lata, enriquece o artesanato neste país.

Mas é de Pirapora à Cachoeira, de embarcação a embarcação, que surgem d'água carrancas de olho azul de anil, afastando o negro d'água num banho de sedução.

É do norte e do sul,

É do leste e do oeste,

É de qualquer parte que se faz presente a arte que dá forma a criação.

Vem de Marajó o barro que se transforma em obra rara e a história glorifica: É Marajoara.

E assim, vai nosso Brasil, cantando em cada barracão, num mundo de imaginação todo colorido, o enredo de um carnaval todo feito à mão.

Obs: Nosso Carnaval foi inteiramente idealizado e confeccionado tendo como tônica principal preservar toda autenticidade do puro artesanato brasileiro.

 

FANTASIAS


No h contedo para este opo.



MAIS INFORMAÇÕES SOBRE G.R.C.S.E.S. ACADÊMICOS DO TUCURUVI
HISTÓRIA | CARNAVAIS | HINO | CURIOSIDADES

 


:: SASP - SOCIEDADE DOS AMANTES DO SAMBA PAULISTA ::
WWW.CARNAVALPAULISTANO.COM.BR
SASP - UMA ENTIDADE COM DIFERENCIAL !!

Copyright ©2000-2016 | Todos os Direitos Reservados