::.. CARNAVAL 2000 - S.A.S. FALCÃO DO MORRO ITAQUERENSE................................
FICHA TÉCNICA
Data:  05/03/2000
Ordem de entrada:  6
Enredo:  Brasil - Das Caravelas ao Computador
Carnavalesco:  não consta
Grupo:  3 - Leste
Classificação:  6º
Pontuação Total:  92,0
Nº de Componentes:  não consta
Nº de Alegorias :  ,
Nº de Alas :  não consta
Presidente:  não consta
Diretor de Carnaval:  não consta
Diretoria de Harmonia:  não consta
Mestre de Bateria:  não consta
Intérprete:  não consta
Coreógrafo da Comissão de Frente:  não consta
Rainha de Bateria:  não consta
Mestre-Sala:  não consta
Porta-bandeira:  não consta
SAMBA-DE-ENREDO

Compositores
Compositor: MAURO PIRATA

 

DAS CARAVELAS AO COMPUTADOR

EU VOU CANTANDO HISTÓRIA

NÃO POSSO CONTAR A MINHA EMOÇÃO

SEGURA QUE LÁ VEM FALCÃO

 

PARTEM DO PORTO DE LISBOA NA PRO NA BOA

EXPEDICIONÁRIOS NAVEGANTES

POR MARES NUNCA DANTES NUMA ONDA LEGAL

E SEU CABRAL

OLRADO DE TERRA A VISTA

E A PRIMEIRA MISSA COIMBRA REZOU

ÍNDIOS E NEGROS COLONIZAÇÃO

CANA DE AÇÚCAR TESOURO DESSE CHÃO

 

QUILOMBO DOS PALMARES

LÁ GANGAZUMBA REINA OOOO

SALVE O REI ZUMBI

A SAGA, A RAIZ DO LIBERTADOR

 

FRANCESES E HOLANDESES INVASÕES

BANDEIRANTES DESBRAVANTES OS SERTÕES

O OURO ENTÃO RELUZ NA TERRA DE SANTA CRUZ

E MINAS GERAIS PROSPERA

EM MEIO A COBIÇAS E GUERRA

LÁ VEM A FAMÍLIA REAL LÁ VEM D. JOÃO

SÓ PRA CONTRARIAR NAPOLEÃO

 

CONSEQUENTEMENTE INDEPENDENTE SE TORNOU

NOSSO BRASIL VENCEU

SOLO DE BELEZAS E CULTURAS

ARQUITETURA ABENÇOADA POR DEUS

OLHAI PELOS FILHOS TEUS.

 

SINOPSE DO ENREDO
O Grêmio Recreativo
Autor: Sérgio Berringer (Zoca)

 

A partir do século XV, os portugueses realizaram grandes viagens pelo Oceano Atlântico, com o objetivo de encontrar mercadorias para serem vendidas na Europa. Numa dessas viagens a esquadra comandada por Pedro Álvares Cabral, chegou a costa brasileira.

Dia 09 de março de 1.500, o porto de Lisboa estava movimentado. As caravelas vão partir, o rei D. Manuel dá as últimas ordens à Cabral.

Esta expedição era muito importante para o desenvolvimento do comércio, Cabral deveria trazer a maior quantidade possível de mercadorias da Índia. Porém no dia 22 de março a esquadra, por causa de uma calmaria, desviou da rota e seguiu viagem, porém no dia 21 de abril avistaram aves e plantas marinhas, estavam perto de alguma terra, no dia 22 de abril avistaram um alto monte que foi chamado de monte Pascoal e as praias da terra de Vera Cruz, no dia 23 de abril a esquadra aproximou-se da costa, no dia seguinte desembarcaram e chegaram ao local que foi chamado de Baía de Porto Seguro, logo após Frei Henrique de Coimbra rezou a primeira missa em terra firme.

Os primeiros contatos entre os portugueses e os habitantes da nova terra, que depois foi chamada de Brasil, provocaram muita admiração e espanto de ambos os lados. Eram diferentes em tudo, no aspecto físico, na língua, e no modo de viver.

Após os primeiros contatos entre os portugueses e os índios deu-se início à colonização. Para colonizar o Brasil era preciso desenvolver aqui atividades econômicas que dessem maiores lucros que o pau-brasil que já era comercializado, como o açúcar era um produto muito procurado pelos europeus, os portugueses se dedicaram inteiramente ao plantio de cana-de-açúcar.

Como os índios não se adaptavam a trabalhar como escravos nos canaviais os portugueses trouxeram os negros que eram mais obedientes e melhores agricultores.

A lavoura da cana-de-açúcar no Brasil Colonial, desenvolveu-se em enormes propriedades rurais, latifúndios, com a utilização de trabalho escravo. Para formar essas grandes fazendas o governo português doava sesmarias aos colonos (sesmaria era uma grande extensão de terra, que os colonos deviam cultivar as terras com seus próprios recursos). O rei para ajudar os colonos facilitava o fornecimento de instrumentos agrícolas, tais como: machados e enxadas, bem como o cobre e o ferro para a construção de engenhos.

A lavoura açucareira trouxe várias mudanças importantes para o Brasil, tais como econômica, geográfica e social.

Durante muito tempo da escravidão, formaram-se muitos quilombos no Brasil. O mais importante foi o Quilombo de Palmares no atual estado de Alagoas, que resistiu durante 65 anos às tentativas que os senhores de engenho e o governo colonial faziam para destruí-lo.

O Quilombo era formado por várias aldeias, chamadas de mocambos. O mocambo tinha um chefe, os chefes elegiam o mais forte e corajoso para ser o rei do quilombo. O primeiro rei de Palmares foi Ganga-Zumba, após sua morte, foi substituído pelo seu sobrinho Zumbi que reinou por muitos anos, trazendo com a verdadeira raiz para a liberdade, e toda cultura negra que até hoje existe no Brasil.

A divisão do Novo Mundo entre Portugal e Espanha determinada pelo Tratado de Tordesilhas jamais foi aceito por franceses e holandeses, que invadiram e tentaram formar colônias em terras brasileiras, mas logo foram expulsos.

Missionários catequizando o índio, bandeirantes a procura de ouro, estes foram os exploradores do sertão brasileiro.

Durante o século XVI, a colonização do Brasil ficou apenas no litoral, onde era cultivada a cana-de-açúcar, nos séculos XVII e XVIII, deu-se a ocupação do interior, os colonos começaram a afastar-se do litoral e penetraram no sertão desconhecido.

O avanço pelo sertão deu-se principalmente aos seguintes fatos, atividades missionárias dos padres, catequizando os indígenas, a criação de gado, as expedições de bandeirantes buscando novas fontes de riqueza, principalmente metais preciosos.

Já no início da colonização os portugueses fizeram algumas tentativas de explorar o interior, essa expedição foi chamada de Entrada. As Entradas partiam de São Vicente, Porto Seguro e Salvador e tinham as seguintes finalidades: Procurar ouro, explorar o território brasileiro e aprisionar índios.

Um pouco mais tarde, já no século XVII, novas e mais importantes expedições seguiam para o interior, as Bandeiras eram grandes expedições que partiam geralmente de São Paulo, penetravam pelo sertão ultrapassando a linha de Tordesilhas. As Entradas eram organizadas pelo governo não iam além da linha de Tordesilhas, as Bandeiras ao contrário eram organizadas por particulares e ultrapassavam os limites de Tordesilhas.

A Bandeira de Fernão Dias Paes, percorreu o sertão de Minas Gerais durante sete anos, chegou até o Vale do Rio Jequitinhonha, e descobriu umas pedras verdes, parecidas com valiosas esmeraldas, mas eram apenas turmalinas quase sem valor, Fernão Dias então retornou à São Paulo, pois morreu de maleita, as margens do rio das Velhas. Sua Bandeira foi muito importante porque abriu caminho para outros sertanistas, que acabaram por encontrar ouro.

A descoberta do ouro iniciou uma nova época para o Brasil, a riqueza trazida pelo ouro fez surgir cidades importantes e foi responsável por grandes mudanças na vida da colônia.

A notícia da descoberta do ouro atraiu milhares de pessoas para a região das minas, gente de todo o Brasil, e também de Portugal dirigiram-se para lá. Com os mineradores, chegaram numerosos escravos e índios.

Esse povoamento intenso, ligado às minas e ao comércio do ouro, deu origem à muitas cidades, vilas e povoados, tais como São João Del Rei, Mariana, Vila Rica, atual Ouro Preto. A mineração foi uma das mais importantes etapas da economia colonial trazendo mudanças nas áreas econômicas e sociais.

A partir do século XVII, ocorreram revoltas em diversas regiões do Brasil. Embora muito diferente umas das outras, todas elas mostram o descontentamento dos habitantes da colônia contra vários aspectos da situação do Brasil.

As principais revoltas que aconteceram no Brasil colonial foram: Revolta de Beckman em São Luis do Maranhão, Guerra dos Mascates em Olinda, Recife, Inconfidência Baiana em Salvador, Revolta de Felipe dos Santos, Guerra dos Emboabas, Inconfidência Mineira, em Vila Rica, Minas Gerais.

Em 1.808, ocorreu um fato de grande importância que trouxe muitas conseqüências para o futuro do Brasil, a família real mudou-se para cá. A vinda da família real foi motivada por uma série de problemas que estavam acontecendo na Europa naquela época.

Napoleão Bonaparte, imperador da França, já dominava quase toda a Europa, a Inglaterra era outra grande potência da Europa. Napoleão não tinha condições de submetê-la a seu poder porque a marinha inglesa era superior a da França, daí o imperador francês chegou à conclusão que a única maneira de conseguir que a Inglaterra fosse dominada pela França, seria dificultando as atividades econômicas dos ingleses.

Por isso, Napoleão decretou o bloqueio continental, pelo qual proibia as nações da Europa Continental de comerciarem com a Inglaterra, nenhum país europeu poderia vender ou comprar produtos ingleses.

Para Portugal era muito difícil cumprir as ordens do Governo Francês. Portugal devia muito dinheiro aos ingleses.

Além disso, o comércio com a Inglaterra era muito importante para a economia portuguesa. Por esse motivo os portugueses não obedeceram ao decreto Francês. Então Napoleão resolveu atacar Portugal.

A fim de se prevenir dessa invasão, o príncipe regente D. João aceitou o conselho da Inglaterra e mudou o seu governo para o Brasil, a vinda de D. João trouxe grandes mudanças para o Brasil. A mais importante foi a abertura dos portos, pela qual o Brasil ficou livre para comerciar com outras nações.

Depois com a elevação à categoria de reino, nosso país deixou de ser colônia de Portugal, embora permanecesse unido a ele, com um só governo. Depois de D. João ter ido embora, o Brasil tornou-se independente, separando-se de Portugal e passando a ter seu próprio governo.

De lá pra cá o Brasil foi tomando o seu rumo, foi se aperfeiçoando na área da educação, literatura, arquitetura, música, ourivesaria, esculturas e artes, tornando-se assim uma grande metrópole, mundialmente conhecida e respeitada.

Vivemos hoje em plena época da informática com todo modernismo. Depositando em nossas crianças a fé e esperança de um futuro promissor para o nosso querido e sempre amado Brasil.

 

FANTASIAS


No h contedo para este opo.



MAIS INFORMAÇÕES SOBRE S.A.S. FALCÃO DO MORRO ITAQUERENSE
HISTÓRIA | CARNAVAIS | HINO | CURIOSIDADES

 


:: SASP - SOCIEDADE DOS AMANTES DO SAMBA PAULISTA ::
WWW.CARNAVALPAULISTANO.COM.BR
SASP - UMA ENTIDADE COM DIFERENCIAL !!

Copyright ©2000-2016 | Todos os Direitos Reservados