::.. CARNAVAL 1999 - G.R.C.E.B.E.S. IMPÉRIO DO CAMBUCI................................
FICHA TÉCNICA
Data:  14/02/1999
Ordem de entrada:  8
Enredo:  Uma Lenda de Amor
Carnavalesco:  Eduardo Félix da Cunha
Grupo:  1
Classificação:  6º
Pontuação Total:  não consta
Nº de Componentes:  não consta
Nº de Alegorias :  não consta
Nº de Alas :  não consta
Presidente:  Silval Rosa
Diretor de Carnaval:  não consta
Diretoria de Harmonia:  não consta
Mestre de Bateria:  não consta
Intérprete:  não consta
Coreógrafo da Comissão de Frente:  não consta
Rainha de Bateria:  não consta
Mestre-Sala:  não consta
Porta-bandeira:  não consta
SAMBA-DE-ENREDO

UNIDOS DE VILA MARIA
COMPOSITORES: MARCO ANTÔNIO/ GENILSON/ ZÉ MARIA

 

CONTA A LENDA

QUE NAS MARGENS DO IGUAÇU E PARANÁ (PARANÁ)

OS CAIGANGUES ADORAVAM A TUPÃ

O DEUS-SERPENTE

DAS TRIBOS ERA PROTETOR

E A CADA ANO ERA OFERECIDA

UMA VIRGEM EM SEU LOUVOR

 

POR NAIPÍ

FILHA DE IGOBI

A DIVINDADE SE ENCANTOU

 

NA FESTA DA CONSAGRAÇÃO

TAROBÁ POR ELA SE APAIXONOU

CONTRARIANDO O DESTINO

FUGIRAM NUMA EMBARCAÇÃO

COM A FÚRIA SEM IGUAL

O DEUS MOSTROU SEU PODER

NUMA EXPLOSÃO COLOSSAL

AS CATARATAS FEZ APARECER

 

NAS ÁGUAS DO IGUAÇU

AINDA HOJE É LEMBRADO

QUE A MOÇA VIROU ROCHA

EM PALMEIRA, O GUERREIRO TRANSFORMADO

NA GARGANTA DO DIABO

PARA SEMPRE ISOLADO

 

O ROMANCE PROIBIDO

ATÉ HOJE É VIGIADO

 

UM ESPLENDOR DE ARCO-ÍRIS

BRILHA NO CÉU

EU SOU IMPÉRIO E O AMOR

SEMPRE É FIEL.

 

SINOPSE DO ENREDO
O Grêmio Recreativo
Autor:

 

Segundo a lenda contada pelos índios caigangues, que habitavam as margens dos rios Paraná e Iguaçu, o mundo era governado por Tupã. Mboi, o Deus Serpente, filho de Tupã, vivia no rio Iguaçu e era protetor dos caigangues.

Para agradecer ao Deus Serpente, todos os anos a tribo oferecia uma das mais belas virgens para o culto à divindade. Igobi, o destemido cacique de uma das tribos, tinha uma filha chamada Naipí, tão bela que as águas do Iguaçu paravam quando ela se mirava. O Deus Serpente um dia viu Naipí se banhando nas águas do rio e a desejou. Por isso, coube, naquele ano, à tribo de Igobi consagrar Naipí ao poderoso Deus Serpente.

Os preparativos da festa foram iniciados e começaram a chegar aos índios de outras tribos caigangues. Numa delas estava o guerreiro Tarobá, que ao avistar Naipí, apaixonou-se. Num encontro no meio da selva, Tarobá e Naipí resolveram fugir no dia da festa da consagração da jovem.

Durante os festejos, quando todos já estavam exaustos pelos folguedos e pela bebida cauím e quando o Deus Serpente já havia se recolhido ao fundo do rio, os dois amantes iniciaram a fuga em uma piroga, preparada anteriormente por Tarobá. Mas as vigorosas remadas de Tarobá acordaram o Deus Serpente, que saiu em perseguição aos fugitivos. Como Mboi percebeu que não iria alcançar os dois, que em pouco tempo estariam nas águas do rio Paraná, onde sua fúria não os atingiria, a divindade mergulhou nas entranhas do rio provocando uma explosão projetando no abismo os fugitivos, formando as Cataratas do Iguaçu.

Segundo a lenda, Naipí foi transformada em uma rocha, abaixo das cataratas, e Tarobá em uma palmeira, no início do abismo.

Mboi se esconde até hoje em uma gruta na Garganta do Diabo, onde vigia para que os dois amantes jamais possam realizar seu sonho de amor.

Todas as vezes que o arco-íris aparece nas cataratas é o sinal de que o amor dos dois se encontra presente.

 

FANTASIAS


No h contedo para este opo.



MAIS INFORMAÇÕES SOBRE G.R.C.E.B.E.S. IMPÉRIO DO CAMBUCI
HISTÓRIA | CARNAVAIS | HINO | CURIOSIDADES

 


:: SASP - SOCIEDADE DOS AMANTES DO SAMBA PAULISTA ::
WWW.CARNAVALPAULISTANO.COM.BR
SASP - UMA ENTIDADE COM DIFERENCIAL !!

Copyright ©2000-2016 | Todos os Direitos Reservados