::.. CARNAVAL 2002 - G.R.C.E.S. DOM BOSCO................................
FICHA TÉCNICA
Data:  10/02/2002
Ordem de entrada:  4
Enredo:  Odisséia Marinha - Os Mares Pedem Socorro
Carnavalesco:  Rita de Cássia Salomão
Grupo:  3 - Leste
Classificação:  6º
Pontuação Total:  90,5
Nº de Componentes:  550
Nº de Alegorias :  3
Nº de Alas :  11
Presidente:  Rosalvino Moran Vinayo
Diretor de Carnaval:  não consta
Diretoria de Harmonia:  não consta
Mestre de Bateria:  Mestre Amaral
Intérprete:  Jorge, Maruinhos JB e Cristiano
Coreógrafo da Comissão de Frente:  não consta
Rainha de Bateria:  não consta
Mestre-Sala:  não consta
Porta-bandeira:  não consta
SAMBA-DE-ENREDO

DOM BOSCO
COMPOSITORES: RENATO/ CRISTIANO/ CAJÓ/ LALICO/ TAKAU/ HELDER/ MARQUINHOS JB/ PÉZÃO/ ZÉ CARLOS/ TATINHA

 

NO VAI E VEM DAS ONDAS

ME DEIXEI LEVAR

NO GINGADO DA DOM BOSCO

QUERO BALANÇAR

 

NO MAR ME AVENTUREI

E VIAJEI EM BUSCA DO DESCONHECIDO

MAGIAS E MISTÉRIOS DESVENDEI

HAVIA UM PARAÍSO TÃO BONITO

O HOMEM COM A SUA AMBIÇÃO

FOI A DESTRUIÇÃO TOTAL

 

GOLFINHOS, BALEIAS

LENDAS E SEREIAS

A PESCA PREDATÓRIA É GERAL

 

OBRA DA MÃE NATUREZA

ABENÇOADA PELO NOSSO CRIADOR

VAMOS PROTEGER ESTA BELEZA

DE GRANDE VALOR

ABISSAIS

PEIXES MONSTRUOSOS E VORAZES

A ESCURIDÃO É TOTAL

NESTE DESERTO DE ÁGUA INFERNAL

SERES DAS PROFUNDEZAS

QUE A MINHA ESCOLA HOJE TRÁS

PARA VIR BRILHAR NO CARNAVAL

 

DE AZUL E BRANCO

VENHO PROTESTAR

CHEGA DE POLUIÇÃO

DENTRO DESSE MAR.

 

SINOPSE DO ENREDO
O Grêmio Recreativo
Autor:

 

ESTE MAR É TODO SEU

Foi no mar que surgiu o primeiro ser vivo, 3,9 bilhões de anos atrás. Foi o mar, o grande desafio que incitou os navegantes do século XV a saírem rumo ao desconhecido e descobrir novos continentes.

É o mar que gera quase todo oxigênio que respiramos e que rege as temperaturas na maior parte do mundo e cobre 71% da superfície do planeta.

A SOBREVIVÊNCIA MARINHA, BOBEOU, VIROU COMIDA!

Para sua sobrevivência, quase todas as espécies animais marinhas são carnívoras, onde um sobrevive comendo o outro, ou morre de fome. O tubarão branco, temível em todos os mares, é o maior predador dos oceanos. Assim é a cadeia alimentar, onde a criatura maior come a menor, que varia de acordo com o ambiente. Os recursos de ataque e defesa da fauna marinha são ao mesmo tempo um show de criatividade e um espetáculo de pura violência.

Partindo deste princípio, o G.R.C.E.S. Dom Bosco faz um mergulho nas águas do mar, para mostrar toda a beleza da fauna e flora marinha em todo seu esplendor.

Começamos nossa aventura em busca do desconhecido, onde seres mitológicos e mágicos, aparecem e revelam todos os mistérios dos mares, um verdadeiro paraíso natural, com baleias gigantescas, golfinhos alegres e belos recifes de corais.

Mas surge o homem com sua ambição e começa a destruição total, a pesca predatória dizimando milhares de espécies marinhas que hoje se encontram em plena extinção.

Nem o temível tubarão escada das mãos do homem. Todos os anos de 30 a 100 milhões de tubarões são mortos, com os mais variados fins, desde o consumo da carne até a extração da cartilagem, cujo duvidoso valor terapêutico virou fórmula milagrosa de remédios vendidos na TV. Quando um predador, no topo da cadeia alimentar desaparece, tudo ao seu redor desequilibra.

Uma das obras mais belas que a mãe natureza nos deu abençoada pelo Criador Supremo do Universo.

Por isso nós temos o dever e a obrigação de proteger esta beleza natural.

E o nosso mergulho chega onde jamais o homem chegou, as regiões abissais, paraíso e inferno, da paisagem ilídica dos recifes de coral, ao cenário pavoroso das trevas abissais.

As zonas abissais são os ambientes mais inóspitos do planeta. A 4000 metros de profundidade, as temperaturas ficam em torno de dois graus o ano inteiro. A escuridão é total. A pressão da água é tão grande que esmagaria uma baleia. Neste deserto de águas escuras os habitantes só poderiam parecer uns demônios, são peixes abissais, criaturas monstruosas e vorazes que brilham nas trevas.

BELEZA AMEAÇADA

A imagem paradisíaca do mar como um lugar repleto de peixinhos coloridos, conchas e siris não é um sonho. Esse cenário existe de verdade, mas só num tipo bem particular de ecossistema: os recifes de coral.

Eles estão para os oceanos, como as florestas tropicais estão para a superfície terrestre.

Verdadeiros santuários ecológicos, as regiões de corais abrigam um terço de todas as espécies de peixes.

Os recifes de corais são o ecossistema marinho mais procurado pelos mergulhadores. Eles, em si mesmos oferecem um espetáculo impressionante.

A poluição já destruiu 10% dos recifes de coral e, se nada for feito, dois terços dos que ainda existem desaparecerão nos próximos cem anos.

O que realmente queremos é o mar como no início dos tempos, limpo sem esgoto e todo tipo de sujeira; um verdadeiro paraíso para que as futuras gerações do nosso planeta desfrutem do agradável prazer de se banhar em águas cristalinas livres de toda a poluição.

 

FANTASIAS


No h contedo para este opo.



MAIS INFORMAÇÕES SOBRE G.R.C.E.S. DOM BOSCO
HISTÓRIA | CARNAVAIS | HINO | CURIOSIDADES

 


:: SASP - SOCIEDADE DOS AMANTES DO SAMBA PAULISTA ::
WWW.CARNAVALPAULISTANO.COM.BR
SASP - UMA ENTIDADE COM DIFERENCIAL !!

Copyright ©2000-2016 | Todos os Direitos Reservados