::.. CARNAVAL 1999 - G.R.C.B.S. VAMO Q VAMO................................
FICHA TÉCNICA
Data:  14/02/1999
Ordem de entrada:  1
Enredo:  O Encontro dos Deuses da Natureza e da Folia no País do Carnaval
Carnavalesco:  não consta
Grupo:  BLOCOS - Espera
Classificação:  1º
Pontuação Total:  54,5
Nº de Componentes:  não consta
Nº de Alegorias :  ,
Nº de Alas :  não consta
Presidente:  não consta
Diretor de Carnaval:  não consta
Diretoria de Harmonia:  não consta
Mestre de Bateria:  não consta
Intérprete:  não consta
Coreógrafo da Comissão de Frente:  não consta
Rainha de Bateria:  não consta
Mestre-Sala:  não consta
Porta-bandeira:  não consta
SAMBA-DE-ENREDO

UNIDOS DE VILA MARIA
COMPOSITOR: EDSON RABELO

 

QUANTA ALEGRIA NESTA NOITE

FAZ TEMPO QUE EU NÃO VIA NADA IGUAL

DIONÍSIO EM SUA GRANDEZA

SE ENCONTROU COM A NATUREZA

NO PAÍS DO CARNAVAL

 

VEM MENINA, VEM SAMBAR

TEU FEITIÇO É NO OLHAR

PEQUENINA E PÉ NO CHÃO

QUE ROUBOU MEU CORAÇÃO

 

NA BATIDA DESTE SURDO

BATUCADA ENVOLVE TUDO

A CUÍCA E O TAMBORIM

NA FORÇA DO TEU SORRISO

EU ENTREI NO PARAÍSO

E O CARNAVAL SE FEZ ASSIM

MEU BRASIL ESTÁ EM FESTA

É A FOLIA QUE SE ENCONTRA NO JARDIM

 

É FOGO, É ÁGUA, É TERRA, É VIDA

É LUZ, É AR, COM ALEGRIA

A NATUREZA FAZ O MUNDO GIRAR

VAMO Q VAMO FAZ MEU POVO DELIRAR.

 

SINOPSE DO ENREDO
O Grêmio Recreativo
Autor:

 

E Deus criou a natureza e com ela todos os seus elementos principais: o fogo, a água, a terra e o ar.

O fogo foi o último elemento descoberto pelo homem, há trilhões de anos atrás, talvez por acaso, quando um dia tenha tirado faísca no atrito entre duas pedras e ao contato com uma moita seca, tenha aparecido casualmente, uma das invenções do Criador.

A água já existia em profusão e o homem e os animais sempre se utilizaram dela para viver.

A terra, o homem nela vivia e já cultivava tirando da mesma o seu sustento e finalmente o ar, elemento principal e imprescindível para todos os seres vivos, completava o quadrado sagrado dos elementos.

E a Deusa Natureza em todo o seu esplendor fazia a sua parte servindo ao homem e aos animais com harmonia e felicidade, garantindo assim a paz no Universo.

Porém, o próprio homem em sua ingratidão começou a maltratar os filhos da Natureza, cortando indiscriminadamente árvores e florestas inteiras, incendiando matas, desviando o curso dos rios e assim alterando a ordem natural das coisas.

Enquanto o homem caçava para poder se alimentar, tudo caminhava normalmente. Depois, em nome da ganância, começou a matar para obter lucro, acabando com as baleias e outros animais, poluindo os rios e o ar com suas fábricas, alterando assim todo o ecossistema e deixando furiosa a deusa-natureza que começou a soprar com mais força os ventos causando destruição, com terremotos, maremotos e inundações. Alguns homens em sua total ignorância e desprezo pelas coisas naturais, aproveitaram-se o máximo disso e em conseqüência muitos pagaram caro por isso.

Paralelamente a isso alguns homens, na Idade Média, inspirados pelos deuses Dionísio e Saturno criaram o carnaval, que eram festas populares pagãs, numa determinada época do ano para desabafar um pouco da repressão aguda da época e foram desenvolvendo aos poucos e ampliando a forma de festejar, que aos poucos foi se difundindo para alguns países.

Hoje, temos o carnaval em alguns lugares dos Estados Unidos; o famoso carnaval de Veneza e muitos países da América Latina, porém o mais famoso e dinâmico é o do Brasil, que no começo do século começou com os corsos, depois vieram as charangas, os blocos e mais tarde as escolas de samba que perduram até hoje.

No princípio, o carnaval era uma festa exclusiva da burguesia onde só os ricos usufruíam, mas com o tempo e com a participação popular ele veio a tornar-se uma festa mais alegre e descontraída.

Papel fundamental e preponderante teve o negro no carnaval com a entrada de instrumentos de percussão, herança dos antepassados escravos africanos.

Aos poucos, a folia foi aumentando e as escolas foram aprimorando cada vez mais seus destaques, suas alas, suas fantasias e carros alegóricos. Há quem seja, até hoje contra tanto luxo, alegando que o mesmo está matando o carnaval-raiz, mas o que importa é que a festa está cada vez melhor.

Um dia, porém, alguém resolveu unir o útil ao agradável, ou seja, convidar a Deusa Natureza e o Deus da Folia para participarem juntos da mesma alegria, do mesmo ritual no País do Carnaval. Ambos aceitaram e resolveram criar um mundo maravilhoso, onde uniram o fogo, a água, a terra e o ar ao surdo, contra-surdo, repique e tamborim alegrando ao mundo todo.

obs: A palavra carnaval, segundo a etimologia de alguns historiadores, seria derivada de "carnem levare" (tirar a carne), expressão usada no latim medieval para mostrar os preparativos da Quaresma, na qual os cristãos se impunham rigorosa abstinência de carne.

O renascimento do Sol prenunciava o retorno da vida, que se tornaria visível na primavera, e assim começava o carnaval.

 

FANTASIAS


No h contedo para este opo.



MAIS INFORMAÇÕES SOBRE G.R.C.B.S. VAMO Q VAMO
HISTÓRIA | CARNAVAIS | HINO | CURIOSIDADES

 


:: SASP - SOCIEDADE DOS AMANTES DO SAMBA PAULISTA ::
WWW.CARNAVALPAULISTANO.COM.BR
SASP - UMA ENTIDADE COM DIFERENCIAL !!

Copyright ©2000-2016 | Todos os Direitos Reservados