::.. CARNAVAL 2007 - G.R.C.E.S. COMBINADOS DE SAPOPEMBA................................
FICHA TÉCNICA
Data:  19/02/2007
Ordem de entrada:  06
Enredo:  Sou Negro, Sou Paulistano, Sou Cultura
Carnavalesco:  Magoo
Grupo:  1A
Classificação:  4º
Pontuação Total:  292,25
Nº de Componentes:  não consta
Nº de Alegorias :  ,
Nº de Alas :  não consta
Presidente:  Bel Calado
Diretor de Carnaval:  não consta
Diretoria de Harmonia:  não consta
Mestre de Bateria:  Juquinha
Intérprete:  Ito Melodia
Coreógrafo da Comissão de Frente:  não consta
Rainha de Bateria:  não consta
Mestre-Sala:  não consta
Porta-bandeira:  não consta
SAMBA-DE-ENREDO
VERSÃO ESTÚDIO

COMPOSITORES
COMPOSITORES: Marcinho/ Minho

 

NOSSA CIDADE ACOLHEU

DE TANTAS NAÇÕES DIVERSIDADE CULTURAL

ERA PALCO DE INOVAÇÕES

E COM CHANCES TÃO DESIGUAIS

A NEGRA ARTE NÃO CALOU

BRAVAMENTE RESISTINDO

VEJAM NA CONSTELAÇÃO

TRÊS ESTRELAS NEGRAS RELUZINDO

 

SEU NENÊ CONCRETIZOU UM IDEAL

VIU O SONHO ACONTECER NO CARNAVAL

E A ÁGUIA GUERREIRA FEZ SACUDIR

DO LARGO DO PEIXE À SAPUCAÍ

 

GRANDE SONHADOR, NETINHO DE PAULA

TROUXE A NEGRITUDE PRA "TV DA GENTE"

E A PERIFERIA AGRADECE CONSCIENTE

VAI MEU SAMBA E PEDE PASSAGEM

LEVA A NOSSA HOMENAGEM

AO MESTRE DAS COMUNICAÇÕES

MOISÉS DA ROCHA COMPROVOU

QUE O TALENTO NÃO TEM COR

A LUZ ENVIADA POR DEUS

O HOMEM JAMAIS OFUSCOU

 

SAPOPEMBA PEDE AXÉ

QUEM É COMBINADOS TEM SAMBA NO PÉ

A RAÇA NEGRA BRILHA EM TODOS OS LUGARES

ECOAM OS TAMBORES DE PALMARES.

 

SINOPSE DO ENREDO
Carnavalescos
Carnavalesco: Magoo

"DO SAMBA DO LARGO DO PEIXE À SAPUCAÍ.
DA FAMÍLIA NEGRITUDE Á TV DA NOSSA GENTE.
A CULTURA NEGRA PAULISTANA PEDE PASSAGEM!"

INTRODUÇÃO:

   São Paulo, cidade símbolo da diversidade cultural do país, onde artistas de várias partes do mundo trouxeram estilos e conceitos que ajudaram a escrever a fascinante história desta metrópole.
   Italianos, japoneses, latinos, entre outros,  têm  seus trabalhos perpetuados e eternizados na lembrança dos habitantes da cidade, afinal, basta perguntar o nome de algum pintor, escultor ou músico, ao mais simples morador e certamente comprovaremos esta tese.
   Porém, num momento de reflexão, cabe a nós fazermos algumas indagações.
   - E o negro?
   - Qual a importância da cultura negra para a cidade?
   - Qual o valor dado aos negros que lutam pela arte e a cultura em São Paulo?
   É neste clima de resgate cultural, que o G.R.C.E.S. Combinados de Sapopemba, através de seu enredo, fantasias e alegorias responde à estas perguntas e transforma o polo cultural do Anhembi num grandioso palco, onde cada componente renderá sua homenagem às nossas três estrelas  negras da cultura.
   Sambe com o povo de Sapopemba, Seu Nenê de Vila Matilde, guerreiro que dedicou sua vida a mais popular das manifestações artísticas e provou para muitos que o samba também é cultura.
   Cante conosco Netinho de Paula, nosso representante da cultura de massa. Perseverante e idealista, mostrou que é possível através de uma pequena tela, retratar toda a grandiosidade de uma raça, toda a grandiosidade da "nossa gente".
   Deixe-se levar pelo som de nossos surdos e repiques, Moisés da Rocha, radialista que utilizou o seu ofício, para criar com pioneirismo, um programa de rádio totalmente dedicado à preservação das raízes culturais afro-brasileiras, divulgando e promovendo talentos do mundo do samba, reconhecidos ou não pela mídia em geral.

DESENVOLVIMENTO:

No primeiro dia do ano de 1949, Alberto Alves da Silva, o popular "Seu Nenê", juntamente com um grupo de sambistas reunidos no Largo do Peixe, Vila Matilde, escreveram uma das páginas mais importantes do samba paulistano, nascia naquele dia o Grêmio Recreativo Escola de samba Nenê de Vila Matilde.
A partir desta data a vida de Seu Nenê, cada vez mais, confundia-se com a trajetória da escola, que ele presidiu com muita competência até meados dos anos 90.
Outra data inesquecível para a agremiação, foi quando foi batizada pela Portela em sua própria quadra. Foi a primeira roda de samba televisionada, diz Nenê, o grande "cacique", como é carinhosamente chamado pelos integrantes da escola. Ele conta que estava no Teatro Santana, assitindo a um show do sambista portelense Paulo Benjamim de Oliveira, quando se apaixonou pelo azul e branco das roupas dos integrantes e resolveu adotá-las para a Nenê.
Em 1985, aconteceu aquilo que é a maior glória até hoje para uma escola paulistana.
Como campeã da cidade, a Nenê de Vila Matilde foi convidada a pisar no chão sagrado da Marquês de Sapucaí, no Rio de janeiro, para participar do desfile das campeãs. E lá foi o pessoal da águia guerreira da zona leste mostrar o seu valor e a sua arte, mostrar o que aprendeu com  o grande mestre.
Assim como a escola que fundou, Seu Nenê é cultura e tradição e será sempre reverenciado a cada carnaval pelo povo de uma região inteira da cidade de São Paulo.
Obrigado Seu Nenê, o guerreiro da Águia.

E por falar em guerreiro...
O que dizer do menino negro e pobre, que nasceu na periferia da grande São Paulo e que nunca se reconheceu nas telas da televisão. Nem quando jogava futebol com os amigos no campo de terra batida, nem quando, aos sete anos, vendia doces nos trens de Carapicuíba. Vem daí, o sonho de José de Paula Neto de, um dia, ter um canal de televisão com o qual milhares de brasileiros pudessem se identificar. Hoje aquele menino é o empresário, cantor e apresentador "Netinho de Paula", idealizador da primeira emissora de tv a destacar a pluralidade racial e cultural do país. Com a "TV da Gente", realiza-se o sonho, do menino Netinho, surge um  canal dirigido por negros e com programação voltada à parcela da população que não se identifica com o que vê hoje na telinha.
Graças ao ideal de Netinho e seus parceiros, a diversidade racial e a cultura negra começam a ser realidade nos meios de comunicação em massa. Através dos sinais de tv, arte da "gente" sai do "gueto" e entra em todos os domicílios mostrando o valor de uma família...
A grande "família negritude".

Negro é samba. Samba é cultura e pede passagem!.
E hoje, ningém traduz melhor este pensamento do que "Moisés da Rocha". Radialista, dono de uma voz inconfundível, há mais de vinte anos comanda o primeiro programa de rádio de São Paulo, dedicado a resgatar, difundir e popularizar a cultura negra, na sua vertente mais poderosa, o samba.
Sua dedicação e pioneirismo, certamente renderam frutos, a ponto de que a história da veiculação do samba nas emissoras de rádio paulista, não poder contada sem o reconhecimento de seus esforços. Nenhum cantor de samba, seja ele famoso ou não, deixou de ter o seu trabalho divulgado no "programa do Moisés".
Graças aos seu serviços prestados ao patrimônio cultural da cidade, recebeu vários títulos, entre eles o de "Cidadão Paulistano", honraria máxima dada pela prefeitura de São Paulo.
Radialista, também trabalhou na imprensa escrita, foi articulista de revistas e regente de coral. Moisés é sem dúvida alguma, a "voz  da cultura afro-brasileira", uma prova viva de que talento, capacidade e dedicação não depende da cor da pele. Seu pioneirismo nos deixa uma certeza...
Se hoje ecoassem novamente os tambores de Palmares, certamente eles seriam ouvidos em primeiramão no "o samba pede passagem".

CONCLUSÃO:

Mostrar em forma de enredo, um pouco da vida de grandes representantes negros da cultura popular (Seu Nenê), da cultura de massa (Netinho de Paula) e do grande divulgador das nossas tradições (Moisés da Rocha) é a maneira que a Combinados de Sapopemba encontrou de fazer mais do que uma simples homenagem à esses ícones , mas também de fazer do seu desfile no sambódromo, uma grande e merecida celebração à importante contribuição qua a raça negra dá para a vida cultural e artística de São Paulo.

Nosso samba será um grito de alerta para aqueles que ignoram a participação dos negros em todos os segmentos artísticos e culturais da cidade.

Abram alas que o samba da combinados pede passagem!

Com o enredo, "Do samba no Largo do Peixe à Sapucaí. Da família negritude à tv da nossa gente. A cultura negra paulistana pede passagem!", vai desfilar a tradicional escola vermelho e cinza de Sapopemba, fazendo da vibração e do entusiasmo do seu carnaval uma exaltação aos afro-descendentes que deram suas valiosas contribuições para que, cada vez mais, São Paulo se consolide como o maior pólo cultural do Brasil.

FANTASIAS


No h contedo para este opo.



MAIS INFORMAÇÕES SOBRE G.R.C.E.S. COMBINADOS DE SAPOPEMBA
HISTÓRIA | CARNAVAIS | HINO | CURIOSIDADES

 


:: SASP - SOCIEDADE DOS AMANTES DO SAMBA PAULISTA ::
WWW.CARNAVALPAULISTANO.COM.BR
SASP - UMA ENTIDADE COM DIFERENCIAL !!

Copyright ©2000-2016 | Todos os Direitos Reservados